SEM AMOR, NÃO SOMOS NINGUÉM…

O Dia dos Namorados é hoje comemorado. Nesta data tão transcendente para os amantes, sabe bem recordar que o verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá, mais se tem.

Sem amor surge o desamor: Um barco sem mar, um campo sem flor. Tristeza que vai, tristeza que vem. Sem amor, não somos ninguém…

O amor é uma casa. Erguida com os beijos, com os versos da noite e o gemido das estrelas. Casa cujas paredes vestem o nosso júbilo, a nossa intuição, a nossa vontade, sobretudo o nosso instinto e a nossa sabedoria. Onde se acende e brilha a luz suplicante da pele comprometida dos amantes.

O amor é um gigantesco pequeno mistério, uma estranha generosidade que faz com que, quanto mais damos, com mais ficamos para dar. Só o amor é o elixir da juventude.

O amor é uma casa. Erguida com os beijos, com os versos da noite e o gemido das estrelas. Casa cujas paredes vestem o nosso júbilo, a nossa intuição, a nossa vontade, sobretudo o nosso instinto e a nossa sabedoria. Onde se acende e brilha a luz suplicante da pele comprometida dos amantes.

O amor é um gigantesco pequeno mistério, uma estranha generosidade que faz com que, quanto mais damos, com mais ficamos para dar.

Só o amor é o elixir da juventude.

ANI





Comentários

Postagens mais visitadas